Eufaula , uma pequena cidade no interior do Alabama, uma população de um pouco mais de 13 mil habitantes. Como em todas as cidades pequenas as fofocas sobre todos correm soltas em Eufaula, existe um rol de mal- falados na cidade que vivem sobre intrigas dos vizinhos que desaprovam cada atitude destes. Em um lugar onde todos se conhecem não se é permitido cometer grandes deslizes, afinal ninguém gosta de estar na boca do povo, correto?
Lexie
Admin
Perfil [#] MP
Julliet
Narrador
Perfil [#] MP
o fórum está oficialmente aberto!Divirtam-se, podem começar suas postagens e aguardem as surpresas que Eufaula trará para seus cidadãos.
Sweet Home Alabam by Jullietkingsley on Grooveshark
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Golden AfternoonRPG Jogos Vorazes
Para parcerias contate a staff e adicione nosso bottom ao seu fórum.
Código:
<a href="http://sweethomealabama.forumeiros.com/" target="_blank" alt="Sweet Home Alabama"><img src="http://i.imgur.com/GuIwh9a.gif" /></a>
A skin é propiedade de Sweet Dandelion, que o disponibilizou para o fórum. Tramas e cannons criados por Lexiel Lidel e Julliet Mitchel. Todos os direitos reservados. O Plágio é crime previsto no Código Penal Brasileiro e sujeito a prisão ou multa.

Let me live that fantasy

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Let me live that fantasy

Mensagem por Angelinne Burckle em Qui Nov 21, 2013 7:52 pm



Dados da RP


Participantes: Lucas & Angelinne
Clima: 22ºC
Dia 17 de fevereiro de 2013, 05:54PM
RP FECHADA






Alone
Fim de tarde
Pensativa




It's Just
It'st just me,baby
A missa havia acaba no horário exato de todos os dias, às cinco horas. Depois de quase uma hora sentada nos desconfortáveis bancos de madeiras, com os pensamentos longe de qualquer que fosse o sermão daquele dia, via-se finalmente livre para fazer o que bem entendesse. Ou quase isso, afinal aparências precisavam ser mantidas, ainda mais em uma micro cidade como aquela.
Despediu-se das amigas, ambas haviam suas próprias ocupações aquela noite, Holliday com o namorado e Heaven com algum tipo de jantar em família. Os avós não estariam em casa tão cedo, haveria um tipo de bingo beneficente algo que com alguma ajuda de um milagre divino ela conseguira escapar.
Saíra da Igreja deixando que os pés a conduzissem até o lago, não muito longe dali. Usava um vestido florido, delicado e recatado, não mostrava muito de suas pernas, a sapatilha preta era bastante confortável para a pequena caminhada que faria. Parecia aos olhos de todo uma perfeita garota da Igreja, correta e muito bem instruída, Angelinne sabia realmente esconder seus segredos.
Sorriu com o pensamento, ajeitando uma mecha dos cabelos compridos que estava soltos naquele dia, podia sentir a leve brisa que vinha do lago, mantendo a temperatura agradável daquele fim de tarde.
Sentou-se sobre um dos banquinhos de madeiras dispostos pelo parque em volta do lago.  Estava tranquilo e vazio, o céu adquirindo alguns tons alaranjados que indicavam o início de um belíssimo pôr do sol. Levantou-se mais uma vez, caminhando ao pequeno trapiche que invadia o lago, apoiando os cotovelos nas grades de madeira branca, deixava que os pensamentos corressem para longe dali.
Imaginava-se em um futuro longe de Eufaula, onde ninguém a conhecesse. Parecia algo tão distante do real, do seu mundo e de fato era. Aquela cidade não lhe oferecia perspectivas, e poderia ela abandonar Holliday e Heaven?



Última edição por Angelinne Burckle em Ter Nov 26, 2013 12:13 am, editado 1 vez(es)

_________________

If it's not real
You can't feel it with your heart.
avatar
Angelinne Burckle
High School
High School

Mensagens : 24
Data de inscrição : 01/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Lucas Norrington em Qui Nov 21, 2013 9:32 pm






Sunset

“The first stab of love is like a sunset, a blaze of color: oranges, pearly pinks, vibrant purples...”



Lucas estava literalmente esparramado sobre a cama, o laptop apoiado sobre os músculos definidos do abdômen. O loiro conversava com alguns amigos da Austrália e, é claro, com Heather. A irmã ainda não se conformava com sua mudança, reclamava de saudade, e para ele não era diferente... Sentia muita falta de sua irmãzinha, por mais que sua estadia em Eufaula estivesse sendo prazerosa, até então...
“Hales!”chamou, ouvindo que o barulho do chuveiro onde sabia que a amiga estava, parara “Onde você tá indo às cinco e meia da tarde? Missa?”, perguntou, rindo
“Nathan me chamou pra ir no McDonalds” a garota gritou de volta, referindo-se ao irmão mais novo. Lucas riu baixo, pois a relação entre aqueles dois era algo muito divertido de se ver. Haley podia ser a criatura mais descabeçada da face do planeta, mas na companhia do irmão mais novo, parecia uma mãe: arrumava os cabelos do garoto, despenteando-os; perguntava sobre garotas, mandava que dirigisse direito...  “Vamos?” a garota perguntou, e um grito seguido de um xingamento fez com que Lucas risse ainda mais, sabendo que ela provavelmente topara com algo dentro do quarto constantemente bagunçado.
“Hm...”, ele pensou por um instante. Tinha acabado de lanchar, não estava com tanta vontade de comer McDonalds “Acho que vou só dar uma volta, Hales... Tô sem fome...” explicou.
“Vai só de companhia então!” Haley pediu, entrando no quarto do amigo enquanto parecia procurar algo. Quando Lucas ergueu os olhos, teve que respirar fundo uma vez, controlando-se: Haley andava pelo quarto dele rebolando dentro de shorts jeans, mas na parte de cima trajava nada além de um sutiã preto que acomodava os seios perfeitamente. Ok, e para perceber aquilo tudo ele devia estar encarando por tempo demais... Desceu os olhos para o notebook, sabendo que aquilo não era uma provocação da amiga. Haley tinha esse jeito irreverente, não se importava em passear na frente dele em suas roupas de baixo. ‘Nada que você já não tenha visto, Luke.’, ela costumava dizer “Lucas...” ela cantarolou, cobrando uma resposta enquanto pegava uma camisa xadrez do garoto sorrindo de forma satisfeita ao encontrar o que queria.
“Acho que não, Hales... Mas se animar de fazer alguma coisa mais tarde, eu saio com você.” tranquilizou-a.
“Ok, então...” ela concordou, e Lucas a conhecia bem o suficiente para saber que a menina só não reclamara pois ele prometera que sairiam depois. Observou enquanto Haley vestia sua camisa, dobrando as mangas e amarrando a barra na altura da cintura “Tô indo então, Aussie. Qualquer coisa liga.” completou, amassando as pontas dos cabelos enquanto andava até a cama do amigo para dar-lhe um beijo na bochecha.
Lucas ficou na cama por mais alguns minutos, mas o Sol do lado de fora parecia convidativo. Conversando com Heather e seus amigos, sentia muita falta de casa, e o fim de tarde de Eufaula de algum modo fazia com que ele se lembrasse da Austrália. Despediu-se da irmã prometendo que conversariam mais tarde, e se levantou da cama vestindo uma camiseta branca enquanto se preparava para sair.
Pelo que já conhecia de Eufaula, sabia bem onde queria ir.: o Lago. Haley já tinha lhe contato diversas histórias mirabolantes sobre sua adolescência naquele Lago, mas para Luke o lugar mais parecia a redoma de paz que costumava encontrar na praia. E para Lucas havia poucas coisas no mundo como aproveitar um pôr do Sol num local como aquele. O australiano e suas ‘pernas quilométricas de girafa’, como Haley costumava dizer, não demorou mais do que dez minutos para alcançar o Lago.
Atravessou a pequena ponte de madeira que levava a um trapiche no centro do espelho d’água e só percebeu que não estava sozinho quando deparou-se com a figura esguia de uma garota apoiada na borda de madeira da construção. Os cabelos caíam-lhe longos pelas costas e, dada a cor extraordinária dos fios dela sob o Sol, Lucas tinha certeza de nunca tê-la visto antes na cidade.
“O Sol vai se pôr ali...” Lucas aproximou-se da menina silenciosamente, causando nela um sobressalto leve. Indicou-lhe um ponto no horizonte “Daqui a...” parou por um segundo, entortando a cabeça feito criança enquanto fazia as contas “oito minutos”, concluiu, parando ao lado dela para observar a trajetória do círculo luminoso de encontro aos limites escuros do lago há metros de distância. Não tinha como negar que era mesmo uma bela visão: tanto o céu alaranjado, quanto o perfil da garota de cabelos cor de cobre e olhos curiosos ao seu lado.

valeu @ cács!


_________________

Lucas Norrington
Aussie - 22 - New in Town - Surfer and Boxer

credits @
avatar
Lucas Norrington
Novatos na cidade
Novatos na cidade

Mensagens : 24
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Angelinne Burckle em Sex Nov 22, 2013 11:26 pm




Lucas
Fim de tarde
Pensativa




It's Just
It'st just me,baby
Estava imersa em seus próprios pensamentos, os olhos presos aos tons cada vez mais avermelhados que o horizonte tomava em uma visão espetacular, que infelizmente poucas pessoas admiravam.
Distraída demais para perceber qualquer que fosse a presença além, era apenas ela e sua mente em turbilhões de pensamentos que ela não conseguia evitar, metade daquela cidade desejava poder sair dali um dia, e ela não era diferente, para seu desespero.
Desapoiou-se rapidamente da cerca de madeira, segurando-a suavemente com as mãos ao perceber que não estava sozinha. Piscou algumas vezes para o garoto loiro, a barba para fazer e olhos azuis que podiam prender tanta atenção quanto o pôr do sol que admirava anteriormente.
Não lembrava-se de tê-lo visto na cidade, aquele par de olhos curiosos eram desconhecidos para ela, o que era estranho para aquela cidade, haver um desconhecido.
Encostou-se nas grades de madeira, observando-o curiosa. Como poderia saber os minutos exatos para o pôr do sol? Nunca havia visto alguém que fizesse algo parecido.
Voltou novamente o olhos para o horizonte, um tanto envergonhada ao perceber que passara tempo demais observando o garoto, um leve rubor subindo-lhe as bochechas que ela estrategicamente escondera com um pouco do cabelo.
-Como pode ter tanta certeza?- disse finalmente, voltando o olhar para ele por breves instantes. Como o nunca havia visto na cidade antes? -Você não é da cidade, certo?-ela disse, em um súbito de coragem que ela não sabia exatamente de onde viera.
Demorou-se mais alguns segundos nos olhos azuis, lhe lembravam o mar, apesar de ela nunca ter tido a oportunidade de pôr os pés na areia da praia para ver o mar, sua vida sempre fora dentro de Eufaula. Voltou novamente a atenção para o lago escuro, contemplando por breves instantes suas imagens turvas na águas escuras do lago.
Era como se toda a coragem que tinha ao usar suas tão adoradas lingeries houvessem sumido com uma simples presença, ou talvez, não tão simples assim. Angelinne não era a garota tímida e inocente que aparentava ser, e ela sabia muito disso, tinha noites com seu grande segredo que talvez fossem deixar alguns adultos horrorizados, mas ela não se importava. Odiava profundamente o modo como eles tratavam do sexo, um tabu, como se nunca tivessem feito metade do que ela fazia.
Ergueu novamente os olhos para cima, afastando-se de sua imagem comportada demais refletida no lago, o que certamente não a representava corretamente. Mas ninguém precisava saber daquilo tudo, correto?


_________________

If it's not real
You can't feel it with your heart.
avatar
Angelinne Burckle
High School
High School

Mensagens : 24
Data de inscrição : 01/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Lucas Norrington em Sab Nov 23, 2013 8:06 am






Sunset

“The first stab of love is like a sunset, a blaze of color: oranges, pearly pinks, vibrant purples...”




Os olhos. Por Deus, os olhos! Se a primeira coisa que lhe chamara atenção na garota fora a cor dos cabelos, um olhar mais atento e Lucas se viu perdido na imensidão escura daqueles olhos emoldurados por longos cílios que, dada a luminosidade do local, lançavam sombras sobre as maçãs do rosto rosadas da ruiva. Ela não era nada como as mulheres da Austrália, e talvez por isso o garoto tenha sentido tanta dificuldade em tirar os olhos azuis daquele rosto claro e feminino, o corpo de formas delicadas e, é claro, os benditos olhos! Por um segundo enquanto seus olhares se tocaram, Lucas pensou ter visto nos orbes da garota um brilho diferente. Não era  como a honesta chama de sedução dos olhos de Haley, pois a amiga não procurava esconder aquilo; os olhos daquela menina traziam uma sensualidade velada que Lucas não sabia explicar, mas que despertara seu interesse imensamente. Era como se a face angelical de menina escondesse uma mulher totalmente diferente.
"Como pode ter tanta certeza?" a garota perguntou, e Lucas deixou escapar um sorriso de canto enquanto se sentava na beirada da grade de madeira, virado para o horizonte "Você não é da cidade, certo?" ela inquiriu, e dessa vez ele soltou um risinho pelo nariz. Parecia que em Eufaula todos realmente se conheciam.
"Como eu posso ter certeza?" ele repetiu a pergunta da menina, fazendo uma pausa antes de prosseguir "É algo que você aprende quando passa horas na praia, aproveitando até o último minuto das ondas enquanto ainda pode surfar..." contou, lembrando-se de como costumava olhar para o céu, calculando quanto tempo de surfe ainda lhe restava antes que o Sol desaparecesse, levando junto a graça do esporte. "Eu mudei pra cá há um mês, sou australiano." respondeu à segunda pergunta da garota, ainda olhando o horizonte, encatando com o vermelho que tomava conta do céu e refletia na água do Lago. Vermelho como os cabelos dela. "Sete minutos." disse, e uma voz que ele não sabia dizer se fora dentro da sua mente ou realmente vinda da garota, completou num murmúrio "no paraíso".

valeu @ cács!


_________________

Lucas Norrington
Aussie - 22 - New in Town - Surfer and Boxer

credits @
avatar
Lucas Norrington
Novatos na cidade
Novatos na cidade

Mensagens : 24
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Angelinne Burckle em Sab Nov 23, 2013 10:31 am




Lucas
Fim de tarde
Pensativa




It's Just
It'st just me,baby
Ergueu os olhos acastanhados novamente para o garoto, ouvindo-o falar com atenção. Seus olhos a lembravam do mar, e provavelmente ele fora criado em algum paraíso praiano. Sorriu com a coincidência, imaginava o garoto loiro entre as ondas, como algumas vezes havia visto na TV, ele parecia ser o perfeito estereótipo surfista.
Mas ao mesmo que pensava aquilo sentia certa pena dele, afinal viera parar no fim de mundo que era Eufaula, onde não havia mais que uma faculdade que pudessem atrair alguns jovens. Apoiou novamente os cotovelos na grade, observando-o sentar-se na mesma, perdendo completamente a visão do pôr – do- sol que era agora substituída pelas árvores que rodeavam o parque.
Não tinha certeza se o havia ouvido mais qualquer coisa, tão distraída encontrava-se observando o garoto, como se ali na imensidão dos olhos azuis e nos músculos definidos que ela podia ter certeza que ele possuía, houvesse muito mais a ser dito. E ela sabia que havia, pois todas as pessoas sempre tinham.
- Nunca fui à praia.-ela comentou, afastando uma mecha de cabelo que a brisa jogava em seu rosto.-Algumas vezes vi na televisão, somente. Mas Eufaula parece muito mais entediante se comparada a elas. Porque vieste? - disse, erguendo suavemente uma sobrancelha.
Sabia que estava sendo um pouco xereta demais, mas pouco se importava. Sua curiosidade e sua irreverência para com algumas coisas costumavam fugir de seu controle certas vezes, afinal, interpretar o papel de beata fiel da Igreja o tempo todo não era algo fácil.
Olhou-o por alguns segundos, esperando o sorriso torto que ele dera há alguns instantes, enquanto falava com ela. Tinham um tom divertido e que parecia iluminar os seus olhos, como se sorrisse com os lábios. Piscou, voltando a olhar para o horizonte, tentando afastar aqueles pensamentos, odiava quando não conseguia controlar certas coisas e aquela situação começava a assustá-la.
Não se passava pela cabeça dela se envolver daquele jeito com ele, de forma alguma. Mas então, por que, cada detalhe parecia prender-lhe a atenção muito mais que o normal? Por ora, simplesmente não parecia fazer-lhe sentido.




_________________

If it's not real
You can't feel it with your heart.
avatar
Angelinne Burckle
High School
High School

Mensagens : 24
Data de inscrição : 01/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Lucas Norrington em Sab Nov 23, 2013 3:40 pm






Sunset

“The first stab of love is like a sunset, a blaze of color: oranges, pearly pinks, vibrant purples...”




Os olhos de Lucas estavam presos ao pôr do Sol quando a menina voltou a falar, depois de vários segundos de silêncio. Não que a quietude o incomodasse... Era acostumado a ela, algo que se refletia até mesmo em seu modo de falar. A voz da garota era, contudo, tão delicada e melodiosa que não parecia cortar a paz do ambiente. Pelo contrário: harmonizava-se a ele.
"Nunca fui à praia.", ela comentou, e Lucas sentiu suas sobrancelhas se erguendo com o espanto. Para um australiano, aquilo era praticamente dizer que nunca tinha respirado! Não se lembrava de alguma outra época de sua vida em que estivesse tanto tempo longe do mar quanto naqueles dias desde que chegara a Eufaula. E não gostava nem de pensar a falta que aquilo lhe fazia... Era na água que se encontrava mais pleno, com o Sol batendo às costas e a imensidão do mar adiante. "Algumas vezes vi na televisão, somente. Mas Eufaula parece muito mais entediante se comparada a elas. Porque vieste?" a menina prosseguiu, e Lucas riu baixo. Podia ler nas palavras dela o quanto odiava morar em Eufaula. Algo na entonação com que falara o nome de sua cidade, e como parecera um tom mais exultante ao mencionar as praias, davam ao garoto plena certeza de que ela era como um pássaro aprisionado, desesperado por liberdade. Havia muito mais a saber sobre ela do que a aparência de boneca dócil demonstrava, ele tinha certeza.
"Você nunca foi à praia?", repetiu, ainda incrédulo com a afirmação da garota. Recebendo um tímido aceno em resposta, soltou um assobio de surpresa "Bom, isso é algo que precisamos mudar." disse, antes que pudesse racionalizar o porquê de ter usado o plural na frase. "Eu transferi meu último ano da faculdade pra cá. Na Austrália eu fiz uma amiga que é de Eufaula, então quando ela decidiu voltar, vim junto." explicou, sabendo que aquilo soaria estranho. Sempre soava, aos ouvidos alheios. Só para ele e Haley aquela questão de morarem juntos e serem somente amigos fazia algum sentido. Confirmou suas expectativas quando a garota estalou os lábios murmurando um 'ah, sim'. Sabia, contudo, que não fazia sentido explicar a situação... Já tentara, mas era apenas um desperdício de tempo e palavras, já que nunca entendiam direito "Você nunca viu o mar, mas esse é um belo Lago." ele disse, admirando a superfície d'água a sua frente "Não é de todo ruim..." consolou-a, um sorriso de canto brotando nos lábios "São duas sensações diferentes, eu acho. No mar tudo é um desafio: a paz que eu sinto lá é por ter cumprido um objetivo, por ter vencido as ondas..." explicou, pela primeira vez verbalizando algo sobre quando se sentia ao surfar "Aqui... Aqui você tem a paz pura e simples, bem a sua frente." gesticulou para a água plácida "É pleno." completou, vendo que o Sol descera mais alguns graus em sua parábola pelo céu avermelhado.  "Vai ser noite em dois minutos." comentou, trancando seu olhar azul-geleira nos olhos castanhos da garota, vendo-a arregalá-los de surpresa quando, num movimento súbito, soltou-se da grade, pulando no Lago. Lucas sentiu a água fresca gelando sua pele morena e quente, e quando emergiu, deparou-se com os cabelos vermelhos da menina que, espantada, debruçara-se sobre a grade "Você devia ver como é o pôr do Sol de dentro d'água. É memorável, você nunca se esqueceria." disse, num misto de conselho e convite, abrindo seu primeiro sorriso largo verdadeiro do dia.

valeu @ cács!


_________________

Lucas Norrington
Aussie - 22 - New in Town - Surfer and Boxer

credits @
avatar
Lucas Norrington
Novatos na cidade
Novatos na cidade

Mensagens : 24
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Angelinne Burckle em Dom Nov 24, 2013 7:26 pm




Lucas
Fim de tarde
Pensativa




It's Just
It'st just me,baby
Balançou suavemente a cabeça para o lado, ouvindo-o falar. Não sabia a falta que a praia lhe fazia justamente por nunca ter tido a oportunidade de pôr os pés num local como aquele, quanto mais nos paraísos australianos.
Riu ao perceber o espanto em suas feições com sua pequena confissão, mas o fato é que muitas pessoas de Eufaula nunca tinham saído dali. Reparara que sequer sabia o nome do loiro bonito a sua frente do qual interrogava sobre parte da vida, pareciam estar amigos ou estarem caminhando para isso, ela não sabia bem dizer.
Ergueu suavemente uma sobrancelha, um tanto desconfiada de quando ele falara da suposta amiga. Dificilmente pessoas atravessam continentes e oceanos para acompanhar outras, a não ser aquilo se refletisse em um clássico caso romântico, como dos filmes clichês americanos, mas sabia que não tinha crédito suficiente para interrogá-lo quanto aquilo.
O céu adquiria colorações cada vez mais escuras, como alguém tivesse lhe feito leves pinceladas em tons magníficos de laranjas e vermelhos, uma verdadeira obra de arte no céu. Ouvia-o falar sobre o lago, nunca estivera naquelas águas desde que estava naquela cidade, aliás, nunca vira ninguém naquelas águas.
Voltou os olhos castanhos para ele, ouvindo-o curiosa falar sobre suas experiências com o surfe. Parecia muito sincero no que dizia, certamente sentia falta da Austrália, o que tornava ainda mais difícil de fazer-se acreditar que ele não tinha nada além de amizade com a tal garota com a qual dividia o apartamento.
Mas, antes que pudesse considerar qualquer alternativa mirabolante, fora surpreendida pelos olhos azuis e ainda mais pelo garoto pulando no água. Inclinou-se sobre a grande, vendo-o sumir nas águas escuras, pensando por um breve instante que ele poderia afogar-se, afinal não tinha ideia de quão fundo era aquele lago, nenhum dos dois. O que até poderia parecer bobagem frente a vasta experiência do garoto nas águas do mar, mas que ainda causara um certo temor na garota.
Sentiu o coração aliviar-se ao ver a cabeleira loira emergir nas águas, seguida do seu sorriso convidativo, daqueles que parecem alcançar até mesmo o olhar das pessoas. Ele sabia muito bem sorrir com aqueles olhos azulados que tanto lhe prendiam a atenção, fazendo-a quase perder a fala por alguns instantes.
- Prefiro observar daqui e ter  certeza que ficarei viva para mais alguns pores-do sol.- disse, sorrindo-lhe de volta.- E estou de vestido.- completou, acenando brevemente para a peça de roupa florida, que certamente subiria até sua cintura por conta da água.
Completava mentalmente que certamente seriam repreendidos por algum adulto caso passassem por ali àquela hora, e certamente o pai de Holliday, ou ela própria não gostariam de ver a quase beata da Igreja dentro do lago com um estranho àquela hora da noite.
-Aliás, me chamo Angelinne.- comentou, lembrando-se subitamente que  não sabia o nome dele.


_________________

If it's not real
You can't feel it with your heart.
avatar
Angelinne Burckle
High School
High School

Mensagens : 24
Data de inscrição : 01/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Lucas Norrington em Seg Nov 25, 2013 9:10 am






Sunset

“The first stab of love is like a sunset, a blaze of color: oranges, pearly pinks, vibrant purples...”




Lucas assistiu à preocupação dando lugar a um olhar divertido naquela imensidão castanha que eram os olhos da menina. Um segundo depois ela sorriu, e tudo o que ele conseguia pensar era como ela deveria fazer isso mais vezes! Escutou os argumentos da garota, que pareciam até plausíveis, mas o australiano, ao convidá-la para entrar na água, já tinha certeza da resposta negativa. Ela não era tão difícil de se ler... Parecia prezar muito sua imagem de boa moça para entrar no Lago com um estranho, por mais que sua intuição dissesse que era o que ela queria. Não por ele, afinal não era arrogante a ponto de achar que a menina teria algum interesse nele... Mas pelo fato de quebrar a expectativa dos outros, por um momento de liberdade! Era tão nítido para ele que era aquilo o que ela mais ansiava... liberdade. E Lucas era, não podia-se negar, um espírito muito livre.
"Angelinne?" ele riu baixo, quando ela revelou seu nome "Que irônico!" comentou, virando-se então de costas para a garota, apreciando os últimos momentos de Sol. Com o silêncio que se seguiu, Lucas levantou os olhos, encontrando uma expressão confusa no rosto da menina "Não me entenda mal...", o loiro começou, espeando sinceramente que ela não tivesse se ofendido com o comentário. Às vezes seu jeito observador levava a isso... Essa coisa de revelar verdades que as pessoas escondiam de si mesmas. "Se é a aparência angelical o que você deseja, está fazendo isso muito certo! Eu só não acho que isso seja tudo." escclareceu-se, dando de ombros em seguida "Mas talvez eu esteja errado, Angelinne. Talvez você seja mesmo um anjo." completou, dando um sorriso quase sarcástico, que deixava claro que ele não tinha dúvidas sobre estar certo. O garoto se virou de costas novamente, aguardando em silêncio pelo fatídico pôr do Sol.
"Lucas.", disse, em tom baixo "Mas você pode me chamar de Luke, Anjo."

valeu @ cács!


_________________

Lucas Norrington
Aussie - 22 - New in Town - Surfer and Boxer

credits @
avatar
Lucas Norrington
Novatos na cidade
Novatos na cidade

Mensagens : 24
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Angelinne Burckle em Seg Nov 25, 2013 8:44 pm




Lucas
Fim de tarde
Pensativa




It's Just
It'st just me,baby
Ergueu suavemente uma sobrancelha, desconfiando e levemente incomodada com o comentário sobre seu nome. Sim, ela sabia que seu nome não combinavam muito com ela, ou melhor, nem um pouco, contudo para aqueles olhos que a cercavam ela sempre fizera jus ao título de anjinho.
Apoio o queixo em uma das mãos, ainda escorada a grade enquanto observava o sol sumir no horizonte, como o garoto havia previsto há dois minutos atrás, deixando que as luzes locais iluminassem a praça, junto à imensidão de estrelas que cobria o céu de Eufaula.
Ouvia ele falar, apenas mordera suavemente o lábio, um pouco surpresa e desconcertada pelo quanto ele descobrira dela sem que ela precisasse falar nada, o que obviamente a incomodava. Voltou a olhar novamente para o garoto, ainda apoiada a grade, pensando que ele poderia pegar algum gripe depois de tanto tempo na água, que deveria estar gelada.
- Eu não sei exatamente o que minha mãe pretendia quando escolheu este nome, Luke.- ela disse, lançando-lhe um breve sorriso de quem tinha o argumento mais forte.-A água não está gelada demais ,não? Pode ficar doente. - ela continuou, mudando rápida e estrategicamente de assunto.
O conhecia há um pouco mais de dez minutos e ele parecia saber o que suas amigas levaram alguns bons dias para descobrir, o que a incomodava um pouco. Era como se fosse capaz de ler em cada gesto ensaiado dela que ela escondia algo dos olhos curiosos da cidade, mas talvez seu segredo fosse tão inusitado e improvável que ele nunca o cogitaria.
Aquele tom provocativo que usara deixara- a intrigada, o que afinal ela havia feito para que desconfiasse daquela forma? Mordeu suavemente o lábio inferior, os pensamentos voando rapidamente para os minutos anteriores como se procurassem qualquer brecha ou descuido. Como ele conseguia? Não podia lembrar-se de ninguém naquela cidadezinha que a fizera algum dia rever qualquer atitude ou provocá-la daquele jeito. Ela sempre estava no controle da situação, era quase como uma regra, e perder parte daquele controle parecia tirá-la o chão.



_________________

If it's not real
You can't feel it with your heart.
avatar
Angelinne Burckle
High School
High School

Mensagens : 24
Data de inscrição : 01/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Lucas Norrington em Qui Nov 28, 2013 7:17 pm






Sunset

“The first stab of love is like a sunset, a blaze of color: oranges, pearly pinks, vibrant purples...”




"A água não está gelada demais ,não? Pode ficar doente.", a garota perguntou, arrancando um sorriso torto de Lucas.
Ele não se lembrava da última vez que tinha ficado doente... Gripado menos ainda! Talvez fosse alguma imunidade que adquirira ao passar tantas horas na água gelada do mar. Resolveu, contudo, não contrariar sua mais nova conhecida na cidade, e sem dizer nada, apoiou-se na borda das grades, içando-se para cima contra o peso das roupas molhadas e pesadas.
Afastou-se um pouco dela e sacudiu os cabelos com as mãos.
"Desculpa." pediu, com um sorriso, ao ver que ela franzira o cenho ao ser atingida por algumas gotas d'água.
Lucas tirou a camiseta branca que já estava completamente colada em seu torso, e a torceu, tirando o excesso de água do tecido. Quando voltou os olhos para Angelinne percebeu que a menina tinha os olhos parados na tatuagem grande que carregava nas costas. Sorriu de canto, pensando que ela provavelmente desaprovava tatuagens... Ou talvez não. Tinha a sensação de que nada sobre ela era exatamente como parecia.
"Já é noite... Eu vou te levar em casa, Anjo." completou, passando por ela e começando a andar sem aguardar resposta.

ENCERRADO.

valeu @ cács!


_________________

Lucas Norrington
Aussie - 22 - New in Town - Surfer and Boxer

credits @
avatar
Lucas Norrington
Novatos na cidade
Novatos na cidade

Mensagens : 24
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Angelinne Burckle em Qui Nov 28, 2013 9:46 pm




Lucas
Fim de tarde
Pensativa




It's Just
It'st just me,baby
Observou-o quieta subir novamente o trapiche, as roupas encharcadas, a camisa branca colada no peito que ela já sabia ser definido. Afastou-se um pequeno passo do garoto, sentindo as gotas de água gelada tocarem seu rosto.
Começara a pensar se não haveria de se arrepender mais tarde, talvez alguns ou minutos ou quem sabe anos de não ter entrado naquele lago, mas antes que pudesse cogitar qualquer outra opção deparara-se com o torso nu do loiro a sua frente.
Mordeu suavemente o lábio inferior, os olhos percorrendo rapidamente os músculos definidos, os dedos quase pedindo para que pudessem tocá-lo. Acompanharam vagarosamente a tatuagem em suas costas. Cobria-lhe quase toda a extensão daquela região, círculos e figuras se intrincavam perfeitamente, em um significado que ela não sabia qual era, mas que prendera-lhe a atenção por mais que tempo que deveria.
Sentiu os olhos azuis a flagrando, fazendo seu rosto corar quase instantaneamente enquanto os olhos desviavam-se para um ponto qualquer à sua frente.
“Meu Deus , Angelinne. O que diabos está fazendo?” pensou comigo mesma, segurando um suspiro de desaprovação a si própria.
Ouviu-o falar e apenas o seguiu, sem relutar, em uma atitude que surpreendia até ela mesma. Mordeu suavemente o lábio, acompanhando o caminhar do garoto, os passos mais largos para que pudesse alcança-lo.
Não sabia exatamente o que dizer, apenas indicava-lhe o caminho, algumas imagens passavam como pequenos filmes em sua mente fantasiosa enquanto ela pensava em tantos segredos que escondia.
*Encerrado
[/color]

_________________

If it's not real
You can't feel it with your heart.
avatar
Angelinne Burckle
High School
High School

Mensagens : 24
Data de inscrição : 01/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let me live that fantasy

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum