Eufaula , uma pequena cidade no interior do Alabama, uma população de um pouco mais de 13 mil habitantes. Como em todas as cidades pequenas as fofocas sobre todos correm soltas em Eufaula, existe um rol de mal- falados na cidade que vivem sobre intrigas dos vizinhos que desaprovam cada atitude destes. Em um lugar onde todos se conhecem não se é permitido cometer grandes deslizes, afinal ninguém gosta de estar na boca do povo, correto?
Lexie
Admin
Perfil [#] MP
Julliet
Narrador
Perfil [#] MP
o fórum está oficialmente aberto!Divirtam-se, podem começar suas postagens e aguardem as surpresas que Eufaula trará para seus cidadãos.
Sweet Home Alabam by Jullietkingsley on Grooveshark
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Golden AfternoonRPG Jogos Vorazes
Para parcerias contate a staff e adicione nosso bottom ao seu fórum.
Código:
<a href="http://sweethomealabama.forumeiros.com/" target="_blank" alt="Sweet Home Alabama"><img src="http://i.imgur.com/GuIwh9a.gif" /></a>
A skin é propiedade de Sweet Dandelion, que o disponibilizou para o fórum. Tramas e cannons criados por Lexiel Lidel e Julliet Mitchel. Todos os direitos reservados. O Plágio é crime previsto no Código Penal Brasileiro e sujeito a prisão ou multa.

Look at the dead bodies moving now!

Ir em baixo

Look at the dead bodies moving now!

Mensagem por George Kröhling em Qua Set 11, 2013 10:50 pm



Dados da RP

Participantes: George kröhling e Chloe Gruntzmann.
Clima: Ventos de moderados a fortes, frio, em torno de 10°.
Dia 25 de março de 2013, manhã de sexta. Em torno de 10 horas e 30 minutos.
Status da RP: Fechada




grey's anatomy

Dio saiu do carro, pegando todo material necessário para o trabalho de anatomia, que o professor havia passado, semanas antes, e só agora ele e sua parceira haviam tido tempo em comum para fazer. Caminhou por todo o campus, sentindo o vento gelado e forte em sua face, ressecando seu lábio inferior. Instintivamente ele passou a língua no lábio para umedecê-lo e assim evitar que aquelas pelinhas se soltassem.

Entrou no prédio de medicina e seguiu para o elevador mais próximo, esperou de modo impaciente, apertando o botão de chamada do veículo a cada par de segundos, como se isso fosse trazê-lo mais rápido. Assim que as portas se abriram, ele agradeceu por estar vazio e não ter que distribuir "bom dias" para todos os que entrassem. Apertou o botão que o levaria para subsolo, local onde se localizava os laboratórios anatômicos.  

O laboratório que estava reservado para eles, era o último. Com isso Dio andou por dois corredores, antes de encontrar a sala. Ao abri-la, deparou-se com o ambiente mais silencioso que já vira na vida. Não havia sequer o som, dos motores dos tanques refrigeradores. Olhou a sua volta, procurando cada um dos materiais necessários para o desenvolvimento do trabalho.

No centro da sala se encontrava o corpo, já na mesa. George colocou o jaleco, deixando a mochila no armário, calçou as luvas e seguiu para a mesa, arrumou os instrumentos na ordem necessária, voltou ate o armário pegou um par de máscaras, colocando uma, deixou a segunda na mesa estéril e vazia perto do armário. Pegou o celular, acionou o gravador de voz. - Autopsia número: 001. - Começou. Olhou a ficha do corpo. - Edward McGullogh. Médicos pós-mortem: Dr. George kröhling e Dra. Chloe Gruntzmann. - Apresentou.

Pausou o aparelho na hora exata em que a porta se abria. - Bom Dia, Dra. Gruntzmann. - Disse para a colega. Ligou o aparelho. - Inicio do procedimento. - Olhou no relógio, para ver as horas. - Dez e quarenta AM. - Olhou para mulher. - Doutora quer ter a honra de iniciar? - Perguntou, oferecendo o bisturi para a morena.


I Can See the Dead man

_________________

Just like a man, I'm the fortress, like a shotgun I can't be outdone. I'm your prostitute, you gon' get some, like a shotgun needs an outcome. Go ahead, go way low, where I can do no wrong ∞

George "Dio" Kröhling
avatar
George Kröhling
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 29
Data de inscrição : 30/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Look at the dead bodies moving now!

Mensagem por Convidado em Dom Set 22, 2013 8:21 pm



Anatomy

O dia não havia começado muito bem, já acordou com dor de cabeça que a propósito piorou com o barulho do despertador, aquele objeto irritante que não a ajudava muito estava cavando a própria cova. E Ali estava ela tendo que correr para se arrumar mais uma vez, não que ela se preocupasse em deixar o colega esperando, ela se preocupava apenas com a faculdade e em dormir, dormir principalmente, ainda mais depois de ter bebido sua forte e querida tequila na noite passada.

Após se arrumar rapidamente se olhou no espelho próximo a porta da frente da casa e disse para si mesma - Vamos lá Chloe, você consegue, são apenas mais dois dias. - Era um desafio ter que fazer um trabalho de classe logo com quem teve que fazer, se ela conseguisse ia ganhar mais do que apenas uma nota na aula, iria ganhar mais dignidade, que iria preencher as vezes em que caiu em tentação com o irritante e apenas colega, George.

Entrou em seu carro e ligou o rádio indo para a faculdade, o dia estava lindo e frio, Chloe estava usando seu casaco preto que ia até um pouco a baixo da cintura e uma calça jeans clara, junto com uma bota simples preta e o cabelo solto, usava óculos escuro e trazia no banco do carona nada mais, nada menos que todos os materiais precisos para o trabalho.

Chegou no estacionamento da faculdade e estacionou seu carro já avistando o carro do colega, ficou com as mãos no volante por um tempo pensando que tinha que começar a acordar mais cedo e depois desligou o rádio, desceu do carro, pegou suas coisas e foi até o laboratório.

Quando Chloe entrou no laboratório lá estava ele, com todos os seus materiais em mãos, não a esperando, mas pelo visto havia arressem começado. George parou o que estava fazendo e se virou para ela lhe dando bom dia. Chloe deu um sorrisinho forçado e tirou seus óculos escuros contra sua vontade o fuzilando já de começo, como se estivesse lhe avisando para não comentar nada sobre suas olheiras ou seja lá o que ele pudesse comentar, além de ela estar de mau humor ainda estava com dor de cabeça por não ter achado nenhum remédio. Mas disse colocando o jaleco e se preparando ainda um pouco distante dele. - Bom dia Dr.Kröhling. - Se aproximou já pronta para começar o trabalho e ficou ao lado dele. Ele a perguntou se queria ter a honra de iniciar o procedimento lhe oferecendo o bisturi, Chloe olhou para o objeto e depois para ele e o corpo. - Obrigada, mas não quero errar nada, talvez a tarde quando eu já tiver tomado um cappuccino e estiver acordada... Te darei a honra de começar hoje.


Thanks Paam @

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Look at the dead bodies moving now!

Mensagem por George Kröhling em Qui Set 26, 2013 11:17 pm



grey's anatomy

George já estava acostumado com o mau humor de Clhoe, por este motivo pouco ligou quando a morena lhe lançou um olhar perfurante. Ele ignorou como fazia quase todas as vezes e voltou sua atenção para a o bisturi em sua mão. - Pelo visto a noite foi boa. - Comentou com um tom bem sarcástico. Recebeu o bom dia da mulher e a viu se aproximar de si. Esperou pelo momento em que ele pegaria o bisturi de sua mão, mas o momento nunca chegou.

Ele olhou para ela. - Talvez a tarde eu tenha outros planos. - Disse dando um sorriso safado e sedutor por baixo da máscara. - Pode deixar que eu não tenho o habito de errar. - Falou para Chloe,ligou novamente o gravador e começou o procedimento. - Corte em "Y", iniciando da clavícula com equidistância nos três pontos de incisões.  - Fez o corte, logo em seguida abriu o corpo. - Os órgãos, pela analise inicial sem uso de lentes, indica carcinoma com metástases em toda a parede abdominal. -Falou para o gravador.

O procedimento prosseguiu sem grandes novidades, eles repetiram as autopsias durante toda a manhã. Quando o celular despertou indicando que era hora do almoço Dio parou de suturar o cadáver, olhou para ela. - Vai almoçar comigo? - Perguntou de modo bem casual. Sem esperar pela resposta ele pegou o celular e ligou para pedir comida. - Eu gostaria de pedir um yakisoba. - Disse para o atendente. - Vai querer o que? - Perguntou para Clhoe que respondeu, terminou de fazer o pedido para o atendente e passou o endereço.

Caminhou para perto de Clhoe, colocando uma mecha de cabelo atras da orelha da mesma. - Sabe... - Começou dando um sorriso simpático, já sem a máscara. - A gente é bom no que faz. - E ele não se referia apenas a abrir corpos. - E fiquei pensando que poderíamos repetir a dose. - Seu corpo já estava perto do dela, ambos podendo sentir o calor do corpo do outro.

Seus lábios pediam o dela e ele se entregou, o beijo demorou mais do que ele pretendia, deixando ambos sem ar. - E isso é por ter me deixado esperando. - Disse dando uma piscadela para ela. - Agora é a parte em que eu espero sua reação. - Falou a encarando, seus corpos mais próximo do que estavam a dias. Evitando lembrar dos outros momentos, Dio apenas se controlava em ficar e irritá-la. A mão dele pousada na lombar dela, a prendendo perto de seu corpo musculoso.
[/color]

I Can See the Dead man
[/color]

_________________

Just like a man, I'm the fortress, like a shotgun I can't be outdone. I'm your prostitute, you gon' get some, like a shotgun needs an outcome. Go ahead, go way low, where I can do no wrong ∞

George "Dio" Kröhling
avatar
George Kröhling
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 29
Data de inscrição : 30/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Look at the dead bodies moving now!

Mensagem por Convidado em Sex Set 27, 2013 12:53 am



Anatomy

- Vou ignorar o seu comentário sarcástico. - Disse ainda olhando para o cadáver a sua frente, sem ao menos olhar de relance para George e continuou sem olha-lo quando ele comentou que talvez tivesse outros planos a tarde, mas não durou muito tempo essa resistência, olhou para ele e o sorriso safado que deu a ela por trás da mascara fez com que ela começasse a sentir algo. Voltou a olhar para o corpo a sua frente ignorando novamente o que estava bem vivo ao seu lado.

Depois de se focarem nos estudos e de tocar o alarme no celular de George, Chloe tirou o jaleco e o pendurou em um dos vários ganchos na parede. Olhou para o colega que perguntou se ela iria almoçar com ele e respondeu. - Sim. - Ele a perguntou o que ela iria querer e respondeu novamente. - Yakisoba, também. - Ficou olhando-o fazer os pedidos e desligar o telefone, mas não esperava que ele fosse caminhar em sua direção e colocar uma mecha de seu cabelo para trás da orelha. Cada pequena parte de seu corpo que ele tocava, formigava, como se ela tivesse levado leves choques. Ele disse coisas sobre como eles eram bons no que faziam e Chloe não era burra, entendeu em que sentido ele estava falando. Depois disse que poderiam repetir a dose do que fizeram já algumas vezes, Chloe tentou se afastar dele que já estava com o corpo bem perto do dela, mas as vezes o que seu cérebro pensava em fazer, seu corpo não estava nem perto de por em prática.

Como ela estava esperando, ele a beijou, beijou demoradamente e ela tentou se soltar de seus braços que a seguravam com força, mas desistiu pois sabia que seria em vão e retribuiu ao beijo. O que a surpreendeu e talvez a George, fora após ele dizer a ela que depois do beijo seria a parte em que ele esperava sua reação, ela ter lhe dado um tapa na cara e ter ficado o encarando. Ela tinha que falar algo ou fazer algo, talvez sair de perto dele, coisa que ela não queria. - Maldita luta contra si mesma - Pensou. - Acho que... É melhor irmos almoçar no refeitório ou em outro lugar. - Disse com a respiração pesada.


Thanks Paam @

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Look at the dead bodies moving now!

Mensagem por George Kröhling em Seg Set 30, 2013 10:31 am



grey's anatomy

Ele sabia, sabia que mais cedo a reação de Chloe viria e seria como sempre de um modo único. Por isso não ligou quando a mulher lhe deu um tapa. Apenas fechou os olhos, respirando fundo, sentiu a onda de energia passar por seu corpo, não devido ao tapa, mas sim ao toque. A reação do tapa em sua faça foi, a vermelhidão e a temperatura da face subir levemente, mas ele estava longe de ligar para isso. Havia se prendido a algo melhor e menos tangível.

O toque, mesmo que tenha sido bruto, fez seu corpo ressoar, ele ainda podia sentir suas bocas juntas, o sabor da boca de Chloe na sua, ainda de olhos fechados ele sorriu, lambeu os lábios, havia se esquecido de onde estava e que estava acompanhando. Dio queria mais, mais do que só o beijo. Então a voz da morena chegou aos seus ouvidos e ele abriu os olhos. Ele a encarou por uns segundos, escolhendo bem o que iria dizer.

Ate que nos segundos que pareceram uma eternidade ele formou a frase. - Eu ir lá fora? - Perguntou, com uma encenação de quem estava incrédulo. - Você acaba de me deixar com uma marca de blush, na cara e quer que eu vá lá pra fora? Noway, querida. Noway! - No fim ele acabaria indo para fora, mas não poderia perder a oportunidade de ser irritante.

Se distanciou dela, colocando o jaleco em um dos ganchos, olhou para o celular checando as redes sociais, não havia nada de novo ou interessante, apenas umas fotos para sem curtidas no Instagram, após fazer tudo o que tinha que fazer, olhou-se no próprio celular, a marca ruborizada, remanescente do tapa, já estava bem clara, deu um sorriso, que dizia: Muito Bom!; tornou a caminhar para perto de Chloe, a prendeu novamente com os braços e lhe deu outro beijo. Essa mais rápido. - E não me bata desta vez, ok? - Disse para a mulher.

Ficou a contempla-la por uns poucos segundos, antes de seu celular vibrar e informar que o entregador estava esperando-o no refeitório. Dio olhou para ela e disse. - Vamos, o entregador já chegou. - Caminharam ate o final da porta, Chloe saiu primeiro e George logo em seguida, ele fechou a porta. - Espere. - Pediu, caminhou para perto dela e lhe ofereceu a mão, sabia que ela poderia recusar, desfilar de mãos das com ele, mas era uma oportunidade que ele não iria desperdiçar.
[/color]

I Can See the Dead man

_________________

Just like a man, I'm the fortress, like a shotgun I can't be outdone. I'm your prostitute, you gon' get some, like a shotgun needs an outcome. Go ahead, go way low, where I can do no wrong ∞

George "Dio" Kröhling
avatar
George Kröhling
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 29
Data de inscrição : 30/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Look at the dead bodies moving now!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum