Eufaula , uma pequena cidade no interior do Alabama, uma população de um pouco mais de 13 mil habitantes. Como em todas as cidades pequenas as fofocas sobre todos correm soltas em Eufaula, existe um rol de mal- falados na cidade que vivem sobre intrigas dos vizinhos que desaprovam cada atitude destes. Em um lugar onde todos se conhecem não se é permitido cometer grandes deslizes, afinal ninguém gosta de estar na boca do povo, correto?
Lexie
Admin
Perfil [#] MP
Julliet
Narrador
Perfil [#] MP
o fórum está oficialmente aberto!Divirtam-se, podem começar suas postagens e aguardem as surpresas que Eufaula trará para seus cidadãos.
Sweet Home Alabam by Jullietkingsley on Grooveshark
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Golden AfternoonRPG Jogos Vorazes
Para parcerias contate a staff e adicione nosso bottom ao seu fórum.
Código:
<a href="http://sweethomealabama.forumeiros.com/" target="_blank" alt="Sweet Home Alabama"><img src="http://i.imgur.com/GuIwh9a.gif" /></a>
A skin é propiedade de Sweet Dandelion, que o disponibilizou para o fórum. Tramas e cannons criados por Lexiel Lidel e Julliet Mitchel. Todos os direitos reservados. O Plágio é crime previsto no Código Penal Brasileiro e sujeito a prisão ou multa.

Cheers, stranger.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cheers, stranger.

Mensagem por Haley Chamberlain em Dom Dez 08, 2013 10:22 pm



Dados da RP


Participantes: Haley & Nicholas
Clima: 22ºC
Dia 17 de fevereiro de 2013, 06:37PM
RP FECHADA


Cheers, Hales!


Tirando os olhos do espelho retrovisor em que conferia o estado de seus cabelos, Haley buzinou para o carro a sua frente que, aparentemente, dormira ao volante já que o sinal estava aberto há 5 segundos sem que ele reagisse. Era só o que faltava! Stress no trânsito em Eufaula, aquele ovo! Pior do que isso, era ela se estressando sendo que estava indo para o HillTop sozinha, e, portanto, sem compromisso algum com o relógio. Lucas podia ao menos ter ido como companhia, já que não era como se ela tivesse muitos amigos restantes na cidade. A maioria deles tinha, como ela, arranjado um jeito de sair da teia que era a vida em Eufaula. Mas diferentemente dela, não tinham voltado, pensou, com um toque de inveja.
A menina se ocupou em manobrar o carro para fazê-lo caber em uma vaga que pareceu-lhe apertada demais. Merda! Tinha se esquecido de como era dirigir uma picape enorme feito aquela... Na Austrália andava mais a pé e de metrô, raramente ela e Lucas saíam na moto do garoto. Mesmo assim, nada comparado àquela caminhonete gigantesca. Assim que finalmente estacionou - dando um suspiro aliviado por não ter arranhado a pintura do carro - Hales pulou da picape, dirigindo-se então para o bar no final da rua.
Entrando no estabelecimento, a morena viu algumas mesas preenchidas por pessoas que não reconhecia de cara... É, ela realemente tinha ficado longe por tempo o suficiente para que as coisas se arranjassem naquela cidade. Não tudo, entretanto. O bar ainda era muito idêntico ao que se lembrava, sem tirar nem pôr. Frequentar o HillTop era o desejo de todos os pré-adolescentes da cidade. Aos 12, 13 anos, o maior sonho de qualquer um era entrar por aquelas portas e descobrir o que há dentro do bar. A verdade é que depois de alguns anos, tudo parecia normal: gente bêbada, música, risadas... Mas fato é que Hales ainda se lembrava de como tomara sua primeira cerveja escondido, aos 15 anos, dentro daquele pub. Pensando melhor, era também o lugar de seu primeiro beijo. Sorrindo com as memórias, Hales se dirigiu até o balcão de madeira nobre, sentando-se e sentindo-se mais uma vez em casa.
"Vocês ainda fazer aqueles Moszerilla Sticks?" perguntou sem precisar do cardápio, a boca correspondendo à memória dos deliciosos palitinhos de mussarela e se enchendo de água. Recebendo uma resposta positiva, abriu um sorriso satisfeito "Ótimo, eu quero uma porção, por favor.", pediu "E uma Heineken." completou, depois de um segundo "Bebendo sozinha, Hales, quão solitário é isso?", murmurou para si mesma com uma risada irônica. Às vezes sentia falta da Austrália, onde nunca se sentia sozinha em sua própria casa.

com o lindo do Nicholas <3
credits @


Última edição por Haley Chamberlain em Dom Dez 08, 2013 11:31 pm, editado 3 vez(es)

_________________
❛Haley Chamberlain❜
❛Hales❜ ❛troublemaker❜ ❛a beautiful mess❜

credits @
avatar
Haley Chamberlain
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 44
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Convidado em Dom Dez 08, 2013 10:47 pm



Hey, Girl
Hayley |Noite | Hill Top
O dia de trabalho havia terminado tranquilo naquele dia, a maior parte do tempo dentro da delegacia participando de algumas reuniões com os chefes locais, agora mal podia lembrar-se das pautas das mesmas. Conversar aleatórias surgiam “as mulheres de Eufaula tem dono, meu amigo” ouvira de muitos, parecendo mais preocupados em não conseguirem segurar suas próprias esposas do que qualquer outra coisa. Em que cidadezinha de merda fora parar?
Passara em casa sem o menor ânimo ou disposição para desencaixotar o pouco que havia trazido do apartamento em Nova York, talvez devido a alguma remota esperança de que logo poderia, quem sabe, retornar. Gostava do agito da cidade e um simples passeio de carro por ali o fazia sentir como se até as plantas compartilhassem do tédio daquele local, o que movimentava as pessoas eram as fofocas, algo deprimente em sua opinião.
Dirigiu o sedã preto recentemente adquirido com o salário que tinha de sobra, já que precisava sustentar somente a si próprio, pelas ruas já vazias até um pequeno bar que diziam ser referência na cidade.
O lugar era bastante ajeitado por fora, ainda que nada comparado a algum bar ou boate de NY.  O letreiro luminoso piscava com o nome do bar, a arquitetura feita em sua maioria de madeira, em um estilo tão country que poderia causar náuseas.
Adentrou o ambiente, os olhos percorrendo alguma movimentação, em sua maioria homens já com uma idade mais avançada e suas enormes barrigas de Chopp. Onde estavam as mulheres daquele local? Sentia o olhar da garçonete observando-o curiosa, como a maioria das pessoas pareciam fazer no local. Aproximou-se do balcão, sentando em um dos banquinhos ali disponíveis, para os desacompanhados, claro.
Os olhos logo pairaram sobre uma garota sentada ao seu lado, bebia distraidamente, os cabelos longos e castanhos caindo-lhe pelo meio das costas. Usava um visual um tanto country, parecia combinar com a cidade, mas aquele definitivamente não o incomodava. Como todo homem que sabe não prestar, Nicholas observou rápida e minuciosamente a garota antes de dirigir-lhe a palavra.
O short jeans curto mostrava boa parte das coxas bem torneadas e convidativas, a regata indicavam o corpo proporcional da morena, poderia imaginar suas mãos envolvendo o par de seios redondos, logo cogitando a opção de que para estar sozinha em um bar numa cidade como aquela só podia ser solteira. O visual era completo por uma camisa xadrez, provavelmente masculina, amarrada a sua cintura, o que causava-lhe certas dúvidas.
-Bebendo sozinha?- perguntou, virando-se para ela, lançando lhe um sorrisinho torto, agora fitando-lhe o rosto, tão agradável quanto seu corpo.
thanks rapture

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Haley Chamberlain em Dom Dez 08, 2013 11:23 pm

Cheers, Hales!


Deus, como era bom! Ela já tinha se esquecido de como aquilo era delicioso. Sentia o queijo derretendo-se nos lábios e tentava imaginar como sobrevivera dois anos sem comer os tais palitos! Sentia que se uma das beatas a visse ali, comendo com tanto prazer, seria provavelmente considerada pecadora, tamanha a voúpia de sua gula.
Haley terminou de comer um dos palitinhos de queijo e levou dois dedos com que os segurava anteriormente aos lábios, sentindo-se uma verdadeira criança aproveitando até o último pedacinho de sua comida favorita. Talvez não fosse o melhor momento para ser observada - a cena não podia ser bonita - mas foi o que aconteceu, aparentemente, porque foi quando foi interpelada.
"Bebendo sozinha?" a voz rouca perguntou num tom baixo, e Haley desviou os olhos do fundo do bar para sua esquerda, deparando-se com uma figura muito mais agradável do que poderia imaginar. Ora, se Eufaula não estava lhe dando algumas surpresas ultimamente? Correspondeu ao sorriso de canto do rapaz com um de mesmo tom.
Haley tinha os olhos presos aos orbes azul-geleira do loiro enquanto levou a garrafa verde de cerveja aos lábios, tomando um bom gole sob o olhar atento do seu atraente desconhecido. Engoliu, passando a língua pela boca para secar o pouco de cerveja que lhe escapara dos lábios, para então finalmente responder.
"É o que parece..." perguntou, levantando um pouco a garrafa como para demonstrar o que dizia "Tsc..." ela falseou um tom de desaprovação consigo mesma, inclinando-se quase inconscientemente na direção daquele homem quase inacreditavelmente maravilhoso "Que menina má eu devo ser, não?" piscou, os olhos ainda presos aos dele, que faiscaram em reconhecimento ao jogo que ela acabara de instalar entre eles.
Oh, sim! Já que ela estava em uma terra tão beata, parecia que os céus finalmente tinham atendido às suas preces e colocado algo de interessante em Eufaula! Algo muito interessante, diga-se de passagem.

com o lindo do Nicholas <3
credits @

_________________
❛Haley Chamberlain❜
❛Hales❜ ❛troublemaker❜ ❛a beautiful mess❜

credits @
avatar
Haley Chamberlain
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 44
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Convidado em Dom Dez 08, 2013 11:41 pm



Hey, Girl
Haley |Noite | Hill Top
Observara silenciosamente a garota deliciar-se com as batatas, observando-a beber de uma garrafa de Heineken, acompanhando o movimento da língua da garota sobre os próprios lábios, perguntando-se se tinha o beijo tão delicioso quanto parecia naquele momento.
Sorriu-lhe, mostrando a fileira de dentes perfeitamente alinhados e brancos, erguendo suavemente uma sobrancelha ao entender o joguinho ao qual ela se propunha. Gostara daquilo, parecia que a cidade realmente tinha algo que prestasse, afinal.
Fitou os olhos cor de chocolate, sustentando aquele olhar por alguns segundos, sorrindo-lhe torto, enquanto fazia um sinal ao garçom que trouxesse outra cerveja.
-Lido muito bem com meninas más.- disse, voltando a fitá-la, lançando lhe uma piscadela enquanto tomava um gole de sua própria cerveja, encostando-se no balcão de madeira.
Era verdade que preferia algumas bebidas mais sofisticadas, como whiskys, não que a cerveja o incomodasse, aliás não o faria de forma alguma frente a companhia da morena. Entendera seu jogo, a garota parecia saber que mexia com os homens, e sabia muito bem usar aquilo a seu favor, o que poderia tornar as coisas, no mínimo, interessantes.
Deixou que os olhos percorressem discretamente outra vez o corpo perfeitamente esculpido da morena, tomando em seguida outro gole da cerveja.
- Permita-me acompanhá-la.- disse, apesar de saber perfeitamente que já não mais precisava de permissão para tal.-Mora na cidade? –perguntou, calculando brevemente as chances de pôr as mãos naquele corpinho enquanto bebericava a cerveja, deixando a  notar por breves instantes o olhar que percorria –lhe antes de chegar-lhe aos olhos.
thanks rapture

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Haley Chamberlain em Seg Dez 09, 2013 12:03 am

Cheers, Hales!


"Lido muito bem com meninas más.", ele respondeu, piscando um daqueles olhos cristalinos enquanto sorria seu sorriso digno de Hollywood. Wow, era a bebida ou ela tinha outro motivo para se sentir tonta assim? Haley sorriu, satisfeita, ao ver que ele embarcara em seu jogo porque ela decididamente precisava de alguma emoção em Eufaula. Além do mais, beber sozinha no balcão do Hilltop era tão deprimente que poderia sair dali e ir se afogar no Lago caso não tivesse sido resgatada por aquele que ela podia jurar não ser um cavalheiro, mas que lhe servia muito bem aos olhos e ela era capaz de apostar que não só a isso.

O loiro pediu uma cerveja, ao que Haley sorriu. Assim que a bebida dele chegou, ergueram as garrafas num brinde mudo. A morena podia sentir o olhar indiscreto dele passeando por seu corpo, mas não havia muito a se fazer. Ela não era o tipo de menina que corava e desviava os olhos, e ele não era o tipo de homem com o qual ela criaria caso por olhá-la daquele jeito. Oh, não... Ela gostara da forma como os olhos dele pareciam avassaladores, sem a auto-censura típica dos rapazes de Eufaula, que sempre temiam ser pegos pelas fofoqueiras da cidade enquanto olhavam daquele jeito para uma mulher. Se Lucas estivesse lá, as coisas provavelmente seriam diferentes: se o porte do amigo já afastava os homens naturalmente, ele ainda tinha uma atitude excessivamente protetora quando se tratava de Haley, e por um momento ela teve de agradecer pela ausência do australiano ali.

"Mora na cidade?", seu acompanhante perguntou, tomando um gole de cerveja enquanto esperava pela resposta dela. Haley riu baixo, como se quisesse ter uma resposta diferente para aquela pergunta.

"Yes, sir...", respondeu, fazendo seu melhor sotaque sulista "Morei na Austrália por 2 anos, voltei há um mês e parece que as coisas ainda são as mesmas." contou, bebendo em seguida "Devo estar dando trabalho para as fofoqueiras, elas mal devem saber por onde começar!" completou, com falso entusiasmo "Mas bem, nem tudo está igual... Você não estava aqui quando eu fui embora, certo?" ressaltou, um sorriso franco surgindo nos lábios enquanto apreciava o rosto másculo e perfeito a sua frente. Oh, sim. A pergunta era mera formalidade: Haley tinha plena certeza de que aquele homem não pisara em Eufaula nos mesmos anos que ela.

com o lindo do Nicholas <3
credits @

_________________
❛Haley Chamberlain❜
❛Hales❜ ❛troublemaker❜ ❛a beautiful mess❜

credits @
avatar
Haley Chamberlain
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 44
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Convidado em Seg Dez 09, 2013 12:21 am



Hey, Girl
Haley |Noite | Hill Top
Ergue a garrafa esverdeada brindando com a garota sem motivo aparente, ou talvez o motivo fosse simplesmente encontrar uma mulher solteira naquela micro cidade.A ouvia atentamente, os olhos não afastando-se da morena muito tempo, voltando a fitar o seu rosto e aquele par de olhos amendoados que pareciam esconder um algumas travessuras da garota, o que o fazia gostar ainda mais daquele joguinho.
Riu ao identificar o sotaque um tanto quanto forçado, tomando um longe da cerveja, largando a garrafa quase vazia em cima do balcão de madeira enquanto livrava-se do suéter em gola "V" que utilizava, revelando uma camiseta branca de mangas curtas por baixo do mesmo. O tecido favorecia seu porte físico mantido pela academia e pelos seus treinamentos como um policial, e talvez por isso mesmo a escolhesse, afinal ter sucesso com as mulheres não eram fruto apenas daquele par de olhos azuis.
-Então você realmente é uma menina má.- ele comenta, jogando o casaco sobre o ombro, voltando a pegar a cerveja para mais um gole.- Podemos dar um jeito nisso.-disse,aproximando-se quase que casualmente da garota, lançando-lhe outra piscadela antes de sorrir e mudar estrategicamente de assunto.-Não estava. Vim de Nova York.- comentou, voltando seu olhar novamente para os olhos da garota.- Gostava de saber da existência de cidades assim apenas nos seriados americanos.- comentou, enquanto a música country parecia dominar de vez o ambiente, algumas pessoas dirigindo-se ao que deveria ser uma espécie de pista de dança no centro do bar.
 

thanks rapture
[/b]

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Haley Chamberlain em Seg Dez 09, 2013 12:51 am

Cheers, Hales!


Oh, então ele realmente sabia brincar... Haley observou atentamente enquanto o jovem se livrara do suéter que usava, dando-lhe uma vista privilegiada do peitoral esculpido no qual ela podia se imaginar muito bem apoiada. E a julgar pelo sorriso sacana que ele tinha nos lábios, não tinha dúvida nenhuma de que tinha um corpo atraente. Haley não gostava de admitir, mas sempre gostou de homens que são bons e sabem disso... Aquela auto-confiança e um certo tom de arrogância velada e bem fundamentada lhe pareciam extremamente másculas e tentadoras. E bem, aquele era um espécime de homem altamente tentador.

"Nova York?" a menina ergueu uma das sobrancelhas com a revelação "Não é um longo caminho até esse fim de mundo?" inquiriu, tombando a cabeça levemente para o lado, como se tentasse entender melhor.

"Gostava de saber da existência de cidades assim apenas nos seriados americanos.", ele comentou, arrancando uma risada da garota.
Oh, merda! Haley odiava sua risada: parecia uma criança de 3 anos de idade quando soltava uma gargalhada de verdade, nada que guardasse semelhança com a mulher adulta e sedutora que era a maior parte do tempo. Tampou a boca para controlar o riso, sendo pega em um de seus raros momentos de vergonha. Agradecendo mentalmente pela música que começou, interrompendo seu constrangimento, a morena retomou o controle da situação, saltando do banco em que estava antes de estender uma mão para o rapaz cujo nome ainda lhe era desconhecido.

"Vamos ver se você sabe dançar, Nova York.", ela piscou "Afinal alguém precisa lhe dar as boas vindas..." concluiu, pegando a mão dele e se dirigindo já mexendo no ritmo da música para o centro da pista de dança com o loiro bem atrás de si. Haley riu num primeiro momento, notando que ele não era muito acostumado ao country. "Vem cá, vem." chamou, postando as mãos fortes dele nos dois lados de seu quadril, começando a movê-lo no ritmo da música, um sorriso de canto surgindo ao vê-lo respirar fundo "He's the devil in disguise, a snake with blue eyes." cantou junto à música, alargando o sorriso ao ver que ainda não tinha perdido o jeito com o country "Gives you feelings that you don't want to fight..." completou, fazendo questão de rebolar junto ao corpo dele até o chão antes de retornar, com um sorriso quase inocente "You better run for your life."

com o lindo do Nicholas <3
credits @

_________________
❛Haley Chamberlain❜
❛Hales❜ ❛troublemaker❜ ❛a beautiful mess❜

credits @
avatar
Haley Chamberlain
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 44
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Convidado em Seg Dez 09, 2013 1:07 am



Hey, Girl
Delicinha da Haley |Noite | Hill Top
Não precisava divulgar os motivos que levaram até o fim de mundo que gentilmente chamavam de Eufaula, e não iria fazê-lo, ainda mais para a garota que acabara de conhecer.
Riu ao vê-la controlar seu riso, um tanto infantil, mas que não quebrava seu charme, apenas contribuia para o jeito engraçado que ele podia perceber nela às vezes. E seu riso logo se desfaria quando a garota o puxara até a pista de dança.
Ele tinha pelo menos o dobro do tamanho da garota e ainda assim fora quase arrastado até o centro do bar, junto a outros casais.Suspirou observando o corpo da morena mover-se no ritmo da música em uma sincronia perfeita e em passos que ele podia ter certeza que eram apenas para provocá-lo.
Acompanhava-a um tanto desajeitado com aquele tipo de música que ele simplesmente odiava, as mãos passeando dos quadris para a cintura da garota em uma pegada firme, enquanto deleitava-se observando-a dançar, quase como se fosse para ele.
 Esperou que ela se levantasse, retribuindo-lhe o sorriso,as mãos voltando automaticamente ao quadril da garota, puxando o seu corpo delicadamente para si, os dedos da mão esquerda deslizando até a base de suas costas, logo acima das nádegas, tentados a descer alguns centímetros a mais enquanto a mantinham perto dele.
- Como poder gostar dessas músicas?-ele sussurra em seu ouvido, podendo sentir alguns olhares queimarem em suas costas, cientes de que boa parte da atenção do bar recaía sobre eles.Não que ele ligasse para aquilo naquele momento, aliás nunca ligava.
  Podia sentir o cheiro adocicado dos cabelos acastanhados da garota, os dedos subindo vagarosamente pelas costas dela, antes de descerem novamente até os quadris, pressionando suavemente o corpo esguio e quente contra o dele.
- Aliás,como se chama?- perguntara, os olhos azuis a fitando antes que ele a fizesse dar um leve rodopio ao ritmo da música, puxando-a imediatamente de volta para si, encontrando novamente seus olhos enquanto esperava a resposta, lançando-lhe um sorriso torto.

thanks rapture

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Haley Chamberlain em Seg Dez 09, 2013 10:40 am

Cheers, Hales!


Ao tempo do final da música, Haley podia dizer que seu par já estava um pouco menos incomodado com o ritmo da dança. As mãos grandes do loiro brincavam pelas costas da morena, e ela podia dizer que se ele ainda não gostava de country, ao menos devia estar se divertindo, dado os caminhos que seus dedos tomavam.

"Como pode gostar dessas músicas?", ele perguntou próximo ao ouvido da morena, e Haley apertou os dedos nos ombros dele inconscicentemente ao sentir aquela barba por fazer roçando seu rosto. Respirou fundo, sorrindo com a pergunta. Lucas também costumava perguntar isso, não era um grande fã de country. Mas bem, hoje Luke já se divertia bastante nas festas de Eufaula, sempre regadas ao bom e velho country... Do modo como ela via, era tudo uma questão de costume. E companhia.

"Hm..." ela estreitou os olhos quando ele lhe perguntou seu nome "Eu já te disse que sou uma menina má... Se eu te disser meu nome você não vai levantar minha ficha pela cidade, vai?", brincou, rindo. Na verdade, não era como se ela realmente se importasse se ele saísse perguntando por aí... Encontraria, provavelmente, algumas verdades. Mas sem dúvidas muito mais mentiras "Sabe, as pessoas dessa cidade podem ter uma imaginação fértil demais..." revelou, dando uma olhada ao redor deles, recebendo os olhares de censura com os quais tinha convivido durante a maior parte da vida "Agora, por exemplo, devem estar apostando quanto tempo até eu estar na sua cama." comentou, dando de ombros "Meu nome é Haley." apresentou-se, por fim "Haley Chamberlain."
[/color]

com o lindo do Nicholas <3
credits @

_________________
❛Haley Chamberlain❜
❛Hales❜ ❛troublemaker❜ ❛a beautiful mess❜

credits @
avatar
Haley Chamberlain
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 44
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Convidado em Seg Dez 09, 2013 3:35 pm



Hey, Girl
Delicinha da Haley |Noite | Hill Top
Sentiu as mãos delicadas da garota tocaram seus ombros, os corpos ainda próximos, cada vez mais observados pelos frequentadores do bar. Não duvidaria se o expulsassem dali em alguns instantes, alegando qualquer tipo de indecência entre os dois apesar de ele nem ter começado ainda.
–Haley.-ele repetiu, olhando para a garota por alguns segundos, apertando suavemente as mãos em seus quadris.-Gosto de meninas má, Haley. Posso dar um jeito em você. - comentou baixinho em seu ouvido, escorregando os lábios pelo lóbulo da orelha dela, dando alguns beijinhos no pescoço da garota.
Não se importava que ela tivesse em sua cama o mais rápido possível, aliás duvidasse que qualquer homem naquele recinto tivesse uma opinião contrária a sua.
-Me chamo Nicholas.- disse por fim, afastando-se alguns centímetros da garota, apenas para que pudesse observá-la.-Não me importa o que os outros pensam, Haley. E você adoraria estar na minha cama. – continuou, lançando-lhe uma piscadela, seguida por um daqueles seus sorrisos tortos.
A música, que aliás eles já haviam parado de dançar, acabara e sem esperar por outra iniciativa da garota, Nicholas a conduziu de volta ao balcão de madeira onde a havia visto.
-Aceita um whisky?- pergountou , fazendo sinal para que o garçom trouxesse dois copos a ele, os olhos esquadrinhando a garota mais uma vez, antes de puxá-la delicadamente um pouco para mais perto, uma de suas mãos apoiada na base das costas dela.




thanks rapture

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Haley Chamberlain em Seg Dez 09, 2013 9:21 pm

Cheers, Hales!



Oh, Lord... Aquela noite estava definitivamente tomando rumos inesperados... C'mon! Quando entrou no pub Haley não esperava mais do que engordar quilos e mais quilos depois de se entupir de palitos de mussarela, e agora ela tinha um cara tão gato que podia ter saído direto do editorial da Calvin Klein bem ali, falando em seu ouvido.

E bem, se a morena já achava que a situação estava ficando deveras incontrolável, o que pensar quando ele começou a plantar beijos provocativos pelo pescoço alvo da garota? Bem, ela não respondia por seus atos dali pra frente, ele estava colocando fogo ao lado da pólvora, então era melhor estar preparado para a explosão!

"Não me importa o que os outros pensam, Haley. E você adoraria estar na minha cama."
o nova-iorquino que agora ela sabia se chamar Nicholas disse, um sorriso presunçoso surgindo nos lábios que emolduravam aquele sorriso sacana e perfeito.

Haley ergueu uma sobrancelha, como se perguntasse de onde vinha tanta certeza. Mas bem, ela podia ver em cada pedacinho daquele lindo ser humano a origem da auto-confiança, não era difícil notar.

Bom, se ainda restava alguma dúvida sobre a verdadeira aversão de Nicholas à música country, essa se desfez quando ele tratou de arrastar Haley para fora da pista de dança assim que possível. Parando perto do balcão com uma das mãos possessivamente em torno da cintura dela (fato que a morena aprovava silenciosamente), pediu whisky para os dois.
Haley sorriu de canto, pegando o copo com o líquido cor de âmbar. Não era uma grande fã, porre de whisky era difícil de curar e ela chegava no grau rápido demais. Observou enquanto Nicholas levava o copo aos lábios, bebendo um gole generoso da bebida.

"Você..." a morena estreitou os olhos de modo divertidamente acusatório antes de beber um gole do whisky "Está tentando me deixar bêbada." completou, bebendo mais generosamente dessa vez. Sentiu o líquido rasgar sua garganta enquanto o alto teor de álcool já começava a fazer maravilhas jogando seu auto-controle pela janela. Sorriu de forma mais desinibida que o normal, e aproximou-se do loiro, confessando em tom de segredo "Eu só me pergunto o que pretende fazer quando conseguir, Nick." colocou ênfase no nome dele, rindo com a língua entre os dentes em seguida. Oh, aquela noite estava sendo divertida...
com o lindo do Nicholas <3
credits @

_________________
❛Haley Chamberlain❜
❛Hales❜ ❛troublemaker❜ ❛a beautiful mess❜

credits @
avatar
Haley Chamberlain
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 44
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Convidado em Seg Dez 09, 2013 10:08 pm



Hey, Girl
Delicinha da Haley |Noite | Hill Top
Ofereceu o copo da garota, tomando um longe gole do seu próprio, sentindo a bebida esquentar-lhe a garganta, em uma sensação a qual ele já era acostumado.
 Riu ao ouvir a garota falar, levando o olhar azulado até ela, observando ela beber  um longe gole da bebida, deixando que os dedos passeassem pelas costas da garota enquanto sentia sua súbita aproximação.
- Será que eu preciso mesmo te deixar bêbada, Haley?-disse, inclinando-se suavemente em sua direção, os lábios perigosamente perto dos delas, podia sentir o seu hálito quente misturado ao cheiro do álcool.- Acho que eu consigo sem isso.-disse, sorrindo-lhe, tomando mais um gole da bebida, olhando para os lábios cheios da morena.
Escorregou os dedos da mão livre mais uma vez pelas costas dela, colando os lábios aos dela enquanto a mão descia até suas nádegas, dando-lhe um apertão nada discreto, colando ainda mais o corpo da garota contra o dele.
-Você sabe o que eu quero, Haley.- sussurrou entre beijos, dando-lhe algumas leves mordidas no lábio inferior antes de afastar-se, os olhos a observando em uma expressão divertida.
Não era necessária olhar a sua volta para saber que ao menos uma dúzia de olhar censuradores os encaravam. Às vezes lhe ocorria que a cidade deveria ser tão tediosa que o esporte preferido da maioria ali era fazer fofocas sobre os outros, momentos em que Nova York lhe fazia muito falta.


thanks rapture

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Haley Chamberlain em Seg Dez 09, 2013 10:37 pm

Cheers, Hales!


"Será que eu preciso mesmo te deixar bêbada, Haley? Eu acho que consigo sem isso"

Oh-oh. BUSTED! Não, ela não precisava ter uma gota de álcool no sangue para sentir desejo por aquele homem, como sentia no momento. E aquilo devia estar estampado bem na sua testa, visto que ele não precisara de muito para descobrir... Ou talvez fosse apenas confiante demais, ela não se interessava no momento. A única coisa que parecia importante era o rosto de Nick subitamente perto, seu hálito batendo contra os lábios de Haley conforme ele falava, dando à garota uma amostra do que seria tê-los verdadeiramente acariciados pelos lábios do loiro.

Antes que formulasse uma resposta boa o bastante, a intenção de dizer qualquer coisa foi interrompida pelos lábios de Nick que inebriaram a mente da garota num beijo avassalador! Se estivessem numa tela te TV o quadrinho com a censura +18 já teria aparecido no canto da tela, pois estarem em um lugar público não impediu que a mente de Haley planejassem caminhos escusos para o fim da noite deles. A morena se concentrava em corresponder à intensidade do beijo, sentindo que ela e Nick estavam travando uma batalha por dominância... Ele era realmente afeito aos jogos, e ela não podia achar aquilo mais excitante.

Quando o loiro aventurou uma das mãos através das costas da menina, Haley sorriu, mordendo o lábio dele com satisfação. Nick seguiu o caminho a sul até encontrar o que desejava, e Haley gemeu entre os lábios dele ao sentí-lo apertando sua bunda sem pudor. Por um segundo parou para pensar em como deviam estar sendo excomungados pelos presentes no bar, mas não a verdade é que ela simplesmente não se importava! Não tinha criado muitos problemas desde que voltara da Austrália, e mesmo assim a condenavam, certo? "Pois então, se estava indo para o inferno, que fosse direito!" foi o que pensou antes de colocar uma das mãos por dentro da parte da frente da blusa de Nicholas, arranhando-lhe o abdômem definido como retaliação pela prazerosa provocação dele. Sentindo-o estremecer sob seu toque, sentiu-se docemente vingada.

"Eu sei o que você quer..." ela sussurrou próximo ao ouvido dele, aproveitando a viagem para longe dos lábios dele para morder o lóbulo da orelha do loiro "Mas será que você consegue adivinhar do que eu gosto, Nick?" provocou, fazendo o caminho de volta até os lábios do rapaz com um sorriso nos lábios. Beijou-o novamente, passando os dedos pelos cabelos curtos na nuca do rapaz, esperando que aquilo acelerasse a resposta dele "Vamos sair daqui." gemeu entre o beijo, mordendo o lábio inferior de Nicholas por um momento. Bom, ela fizera a fama... era hora de deitar na cama. 
com o lindo do Nicholas <3
credits @

_________________
❛Haley Chamberlain❜
❛Hales❜ ❛troublemaker❜ ❛a beautiful mess❜

credits @
avatar
Haley Chamberlain
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 44
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Convidado em Seg Dez 09, 2013 10:56 pm



Hey, Girl
Delicinha da Haley |Noite | Hill Top
Sentiu as mãos delicadas da garota escorregaram para baixo da camisa branca que usava, arranhando-lhe e o fazendo estremecer. Oh, Deus, como queria aquelas mãos macias em outro lugar.
Sorriu ao ouví-la sussurrar em seu ouvido, largando o copo quase vazio de whisky sobre o balcão de madeira, os dois braços envolvendo o corpo da morena, as mãos apertando-a contra si, repousando  suavemente seu quadril.
Antes que pudesse responder-lhe sentiu novamente os lábios quentes e macios da garota sobre os dele, retribuindo -a com desejo, as línguas enroscando-se em um beijo cada vez mais indecente e intenso, as mãos não mais se importando em apalpá-la onde não deveria em um local público.
  Sorriu ao ouvir o gemidinho da garota, pensando que ganhara sua noite e fazendo um pedido mental para que não acabasse tão mal quanto sua última. E antes que precisasse convidá-la para um lugar mais reservado ela o fizera, no que ele responderia apenas com um breve aceno de cabeça, afastando-se delicadamente para que pudessem sair dali.
 Pegou algum dinheiro no bolso dos jeans, deixando-o em cima do balcão , dizendo ao barman que ficasse com o troco e em seguida conduziu-a delicadamente para fora antes que ela lhe garantisse uma ereção em público.
 A noite estava gelada, a brisa tocava ambos os corpos, bagunçando alguns fios de cabelo da garota. Observava os lábios avermelhados pelos beijos enquanto pegava as chaves do carro estacionado a apenas alguns metros de distância.
- Se não se importa com algumas caixas de mudança, podemos ir para minha casa.- disse para a garota, os olhos faiscando de desejo pela morena.

thanks rapture

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Haley Chamberlain em Seg Dez 09, 2013 11:26 pm

Cheers, Hales!


Haley só sabia que não estava raciocinando direito quando concordou em ir para casa com Nicholas. Confuso? Bem, é certo que a garota desejava-o da mesma forma como ele aparentemente a desejava, mas também era verdade que por mais segura que sedutora que fosse, não era o tipo de mulher que ia pra cama com qualquer um. Por Deus, se as pessoas soubessem que só se deitara com um homem na vida! E, bem... esse homem era Lucas, alguém com quem ela nunca mais teve outro contato tão íntimo. Nada impedia, contudo, que tivesse um pouco de diversão, certo? Deixou que Nick a guiasse até o carro, e riu ao ver a pressa com que ele girara a chave na ignição, aparentemente desesperado para que finalmente chegassem em casa.

"Calma, calma, garotão..." ela brincou, mordendo o ombro dele de modo a provocá-lo mais que acalmá-lo "Eu não vou fugir."

Nicholas deu partida no carro e Haley se postou no carona, virada de lado no banco de forma a estar de frente para o motorista. Postou as duas pernas longas e torneadas sobre o colo dele, divertindo-se com a tensão que isso provocava no loiro. A morena apoiou a cabeça na porta ao seu lado e riu, percebendo que Nick não se decidia entre tocar o volante ou suas coxas. Por Deus, homens realmente eram totalmente dominados pelos hormônios.

"Olhos na estrada, você não quer nos matar antes disso." disse, despreocupada, mexendo as pernas sobre o colo dele só para instigá-lo. As reações de Nick causavam-lhe uma vontade louca de rir, mas a menina se continha, mantendo suas provocações com pose de desentendida. Mais alguns metros, e Haley aproximou os lábios avermelhados do ouvido de Nicholas, vendo os nós dos dedos dele se tornarem brancos ao apertarem o volante pela respiração dela em seu pescoço "Estamos chegando, Nick?" perguntou num sussuro, aproveitando para dar alguns beijos rápidos no pescoço do loiro.

Quando finalmente o novaiorquino estacionou o carro - de forma brusca e quase desesperada - Haley nem teve tempo de pensar em nada, pois já tinha sido puxada para o colo de Nicholas, uma perna de cada lado do rapaz que a puxou para um beijo cheio de desejo. Haley sentia o rosto de Nick em seu pescoço, e os lábios dele pareciam estar em todo lugar, de sua boca ao colo descoberto, e ela se arqueava, movendo os quadris de forma a provocá-lo como ele fazia com ela. Quando a ação era tanta que o espaço entre Nicholas e o volante ficou pequeno, Haley sentiu suas costas pressionadas sobre a buzina e o barulho que se seguiu foi a pausa que precisavam. A menina respirou fundo, se afastando de Nick por um momento.

"Vamos com calma, Cowboy..." piscou, abrindo a porta do carro e saltando para fora "A não ser que queira acordar seus vizinhos fofoqueiros."


com o lindo do Nicholas <3
credits @

_________________
❛Haley Chamberlain❜
❛Hales❜ ❛troublemaker❜ ❛a beautiful mess❜

credits @
avatar
Haley Chamberlain
Mal Falados
Mal Falados

Mensagens : 44
Data de inscrição : 18/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cheers, stranger.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum