Eufaula , uma pequena cidade no interior do Alabama, uma população de um pouco mais de 13 mil habitantes. Como em todas as cidades pequenas as fofocas sobre todos correm soltas em Eufaula, existe um rol de mal- falados na cidade que vivem sobre intrigas dos vizinhos que desaprovam cada atitude destes. Em um lugar onde todos se conhecem não se é permitido cometer grandes deslizes, afinal ninguém gosta de estar na boca do povo, correto?
Lexie
Admin
Perfil [#] MP
Julliet
Narrador
Perfil [#] MP
o fórum está oficialmente aberto!Divirtam-se, podem começar suas postagens e aguardem as surpresas que Eufaula trará para seus cidadãos.
Sweet Home Alabam by Jullietkingsley on Grooveshark
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Golden AfternoonRPG Jogos Vorazes
Para parcerias contate a staff e adicione nosso bottom ao seu fórum.
Código:
<a href="http://sweethomealabama.forumeiros.com/" target="_blank" alt="Sweet Home Alabama"><img src="http://i.imgur.com/GuIwh9a.gif" /></a>
A skin é propiedade de Sweet Dandelion, que o disponibilizou para o fórum. Tramas e cannons criados por Lexiel Lidel e Julliet Mitchel. Todos os direitos reservados. O Plágio é crime previsto no Código Penal Brasileiro e sujeito a prisão ou multa.

Does it matter where we go?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Does it matter where we go?

Mensagem por Julliet Mitchel em Qua Fev 05, 2014 11:00 pm



Dados da RP

Participantes:Julliet Mitchel
Clima: Dia nublado e chuvoso, em torno de 20 C .
Dia 08 de março de 2013, em torno de 17:12 p.m
Status da RP: Aberta

_________________
avatar
Julliet Mitchel
Universitários
Universitários

Mensagens : 48
Data de inscrição : 11/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Does it matter where we go?

Mensagem por Julliet Mitchel em Qua Fev 05, 2014 11:20 pm





 
 
 









Take me away to some place real


   A igreja de Eufaula estava linda naquele dia, um corredor decorado com um longo tapete vermelho que levava ao altar, flores nas encostas do bancos onde praticamente toda a sociedade de Eufaula se acomodava para um dos eventos mais esperados do ano:o casamento de Ethan e Julliet.
  Algumas garotinhas que ela não conseguia reconhecer no momento andavam a sua frente, espalhando pétalas de rosas brancas pelo chão, alguém ajeitava a grande causa do vestido branco, simples e ainda assim glorioso. A música da entrada da noiva começara a tocar e de repente seu coração parecia que saltaria-lhe pela garganta, o que estava fazendo?
 E então antes que pudesse chegar na metade do caminho, que não parecia acabar nunca, sob os olhos curiosos e quase demoníacos daquelas pessoas da platéia ela saíra correndo, sentindo como se uma multidão corresse atrás dela. Os portais foram fechados, a visão da rua coberta pelas grandes portas de madeira ao mesmo tempo que o pânico apoderava-se  dela.
O bibe distante de algo começara a tocar, parecendo cada vez mais perto até que Julliet finalmente acordara, o celular ao seu lado reclamando pela falta de bateria. Dormira sobre o sol que chegava ao quarto naquela tarde, aquecendo o ambiente enquanto lia um livro de direito penal para a prova que teria que fazer na outra semana.
Sentou-se sobre o colchão de casal, perfeito para suas noites de sono, enquanto procurava pelo carregador do telefone, decidida a sair para dar uma volta pela cidade, apesar de ainda não saber aonde.
 Sabia que certamente Ethan estaria ocupado com suas coisas, aliás, ultimamente ele andava bastante ocupado, e era fato que ela precisava de um tempo apenas para si, sem conversar sobre bolos, casamentos, buffet, vestidos ou seja lá o que for.
Colocou  uma calça de moletom, certamente uma visual com que raramente poderia encontrar-se Julliet, junto a uma regata, o ipod seria seu companheiro aquele fim de tarde, enquanto o celular permaneceria carregando.
 
O dia tornara-se nublado, diferente daquele que vira antes do adormecer, uma tempestade aproximando-se do norte, as nuvens escuras ainda longe, teria um tempo para alguma corridinha ou passeio a beira do lago. As água turvas do lago Eufaula estavam ligeiramente agitadas naquele dia de modo que não se encontravam pescadores por ali, nem casais como era de costume em fins de tarde ensolarados, quando podia-se ver o lindo por- do -sol.
 Ligou o aparelho de música, prendendo-o à roupa, deixando que a melodia agitada da música a envolvesse, sem prestar muita atenção à letra, suspeitava que poderia enlouquecer daquela forma.
  Julliet nunca fora a maior fã de exercícios físicos, era verdade, raramente alguém a encontraria em um dia como aquele, mas ela sabia que às vezes era a única forma de esvaziar a mente e de ter uma noite bem dormido. O casamento enchia-lhe de compromissos e situações estressantes e ,além daquilo tudo, nos últimos dias o medo começara a tomar conta da garota.Seria aquilo que era queria para a vida toda? Era como se não mais tivesse certeza daquela pergunta, algo que a apavorava. Controle, estava aí uma das palavras que praticamente definiam a morena, e não ter aquilo, sair de sua zona de segurança era mais assustador a ela do que qualquer pessoa pudesse mensurar.


Does it matter where we go?

Post #01 //Roupa// Ethan // none // BY LOONY!

_________________
avatar
Julliet Mitchel
Universitários
Universitários

Mensagens : 48
Data de inscrição : 11/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Does it matter where we go?

Mensagem por Finn Hockley em Ter Fev 18, 2014 6:33 am

Haviam só algumas horas que ele havia retornado para Eufaula e ainda podia escutar os gritos animados da torcida do seu ultimo jogo. Aclamado ao marcar o ultimo Touch Down do campeonato. Alegria do técnico, da torcida, e claro muitas regalias. É, não era uma vida que Finn pudesse reclamar. Mas apesar de gostar do novo estilo de vida em ser o Queridinho da America, ele as vezes sentia falta da tranquilidade e marasmo de Eufaula. A vida era mais simples, sem ter que bater de frente com cinco a seis paparazzo na porta do edifício onde ficava sua atual Cobertura na Capital.

Tinha algumas horas antes que a cidade percebesse que Finn Hockley estava de volta e começassem os convites para comparecer na rádio local, na quermesse, na missa das seis, e todas essas baboseiras de programas caipiras que estava acostumado e que seriam coordenados pela sua assessora de imprensa, então ia dar um passeio em seu lugar preferido o lago, para ter seus últimos segundos de paz completa.

Descia do carro alugado e seguia em passos calmos para a beira do lago. Estava usando uma calça jeans envelhecida, uma camisa básica branca meio amarrotada e os óculos no estilo “aviator” que ficavam nos olhos quando caminhava na direção do cais logo em frente, e o celular vibrava no bolso. Ele pegava e observava a foto de Coreena, sua assessora. Ela ja devia estar dando um piti para tentar localiza-lo, ja que havia um pequeno fã clube esperando por ele no aeroporto, e ele simplesmente ja tinha desembarcado duas horas antes. Ele sorria sem atender a ligação. Mas também não via que alguém praticava Jogging bem no meio do caminho, e o esbarrão era inevitável. E bom, ele era Wild Receiver de um time de American Football. Não ia ser ele a cair no meio da trombada, mas o celular ia direto quicando no cais, e caindo no lago.

- merda! A Coreena vai me matar.. – ele ainda tentou pegar o aparelho antes do tchbum mas foi impossível. Voltava a atenção para quem tinha trombado com ele. – Desculpa, eu não te vi.. se machucou?! – E quem era aquela beldade que Deus tinha posto em seu caminho Finn?!!?!?!?!
avatar
Finn Hockley
Voltando à Cidade
Voltando à Cidade

Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Does it matter where we go?

Mensagem por Julliet Mitchel em Qua Fev 19, 2014 8:24 pm





 
 
 









Take me away to some place real


   Corria concentrando-se no som da música que tocava alto em seus ouvidos, ainda que a possibilidade de que poderia ficar surda aos trinta, piscasse em algum canto do seu cérebro. Não era exatamente uma atleta e em dez minutos de corrida sentia como seus pulmões fossem explodir, não que aquilo a fizesse desistir, a mente procurando-se algo para se focar que não lembrasse casamento. Nada de vestidos, flores,comida ou playlist naquela hora, queria apenas correr, sentindo  a brisa gelada do seu rosto, proveniente do lago.
Tudo ia bem até que sentisse seu corpo esbarra em algo, o impacto jogando-a na grama ao lado da calçada.Mal pudera ver o que ou quem havia atropelada, mirava o céu azul logo acima de si, tentando organizar o pensamento ,até ouvir alguém soltando um palavrão. Ok, ela havia atropelada alguém, ótimo mico para começar o dia.
 Sentou-se na grama, tentando recuperar o fôlego, olhando para o cara de ombros largos que derrubara o celular no largo. Espere, havia visto aqueles cabelos claros estampados no jornal daquela semana...oh céus, Finn Hockley em carne em osso em sua frente, não que fosse uma grande fã de futebol, apenas não havia como não saber quem era. Aparecia até nos noticiários da TV.
  -Tudo bem, estou bem.-respondeu a pergunta dele, levantando-se rapidamente, sacudindo a grama da calça moletom, prendendo novamente os cabelos em seguida.-Lamento pelo celular...eu estava correndo, não vi você...desculpe-disse,um pouco embaraçada,  imaginando quem seria a Coreana, ainda que fosse óbvio que era alguém muito importante.
 Finn era alguns muitos centímetros maior que Julliet. Sentia-se como se sumisse ao seu lado, o corpo pequeno fazendo uma diferença exorbitante com os ombros largos e muitos músculos do jogador, não era de se espantar que a havia jogado longe com o impacto do esbarrão.
 Havia ouvido alguns comentários sobre Finn naquela semana, ainda que não prestasse atenção em muitos, não tinha como um de seus passatempos parar a frente da televisão para assistir aos jogos, apenas lembrava-se vagamente das menções sobre ele.
Ficara parada sobre a grama, olhando para o grandalhão sem saber exatamente o que fazer. Sentia-se um pouco mais anti-social do que lembrava-se de ser, ou talvez, fosse apenas o fato de ele ser um famoso que dificultava as coisas. O que poderia perguntar a ele? Como andam as famosas de Hollywood? Vi que saiu com fulana na semana passada, é verdade o que Daily comentou? Como se ela realmente lesse revistas de fofocas sobre ele.
  -Posso te emprestar meu celular se preciso.Talvez possa te ajudar com a coreana.-disse de repente, estendendo o aparelho branco em sua direção, um modelo da samsung, um dos últimos lançamentos do último ano.

Does it matter where we go?

Post #01 //Roupa// Ethan // none // BY LOONY!

_________________
avatar
Julliet Mitchel
Universitários
Universitários

Mensagens : 48
Data de inscrição : 11/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Does it matter where we go?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum